Atualmente, com o ritmo de vida acelerado, muitas pessoas deixam de se preocupar com a alimentação e, também, com a qualidade dos alimentos consumidos. Com a pressa do dia-a-dia e a escassez do tempo, não são poucos os que optam pelo consumo de fast-foods, pulam refeições, comem alimentos ricos em gorduras e consomem grande quantidade de produtos industrializados, ocasionando problemas à saúde.

Uma dieta balanceada pode ajudar a evitar doenças como o diabetes, obesidade, hipertensão e gastrite. Já no caso de doenças já existentes, pode também colaborar para o sucesso no tratamento e na cura. Segundo o enfermeiro Antônio Rangel, especialista em estomaterapia e saúde da família e assessor técnico da Membracel (empresa responsável pela produção da membrana de celulose para tratamento de feridas crônicas e lesões da pele), a alimentação é indispensável na manutenção da saúde e um importante fator coadjuvante no tratamento de várias doenças. “Nos pacientes com lesões de pele, por exemplo, a nutrição inadequada interfere no processo de cicatrização, impedindo ou retardando a cura”, explica.

A dieta de cada paciente depende da doença em questão e da avaliação nutricional. “É preciso destacar que as necessidades nutricionais variam de acordo com a idade, sexo, atividade e gravidade da doença, sendo sempre importante a avaliação de médico nutrólogo ou nutricionista”, ressalta Rangel. No entanto, alguns nutrientes são importantes, especialmente no processo de cicatrização, confira abaixo as dicas de nutrição do especialista:

Proteínas: são importantes em todo o processo de cicatrização, contribuem para a síntese de colágeno, a reparação tecidual, remodelagem da ferida e a resposta imune. São encontradas em diversos alimentos, como: carnes vermelhas, aves, peixes, ovos, leite e derivados, feijão, lentilha, soja e ervilha;

Carboidratos: são uma importante fonte de energia, contribuindo pra divisão e migração celular. São encontrados em cereais, como: milho, trigo, aveia, pães de trigo integral e de centeio, macarrão, batata e arroz;

Vitaminas e minerais: participam de processos celulares relacionados ao metabolismo energético, contração, reparação e crescimento tecidual e muscular; defesa antioxidante, resposta imune, ritmo cardíaco, condução do impulso nervoso, transporte de oxigênio e saúde óssea. Apesar de sua relativa escassez na dieta e no organismo, os minerais, juntamente com as vitaminas, são os principais reguladores da saúde e das funções orgânicas. Podem ser encontrados em diversos alimentos, principalmente frutas, óleos vegetais e leguminosas.

 

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO

WhatsApp chat