Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Dermatite é uma inflamação na pele que pode causar vermelhidão, coceira, pequenas bolhas e descamação. Em alguns casos, pode haver sensação de ardência e queimação. Pode aparecer em diversas áreas do corpo e surgir em qualquer idade. Em bebês é comum ocorrerem alergias devido ao contato da fralda com a pele.

Dermatites são condições comuns e não contagiosas, mas que, além do desconforto físico, podem também causar desconfortos psicológicos. Entretanto, a combinação de autocuidado com a orientação e tratamento corretos ajuda a controlar essas doenças.

 

Os principais tipos de dermatites são:

     _Dermatite de Contato

     _Dermatite Alérgica

     _Dermatite Atópica

     _Dermatite Seborreica

     _Dermatite Hipertiforme

     _Dermatite Ocre

Dermatites causam vermelhidão e coceira na pele.

 

O que causa dermatite?

As dermatites podem ser causadas por diversos motivos, como alergias, efeitos colaterais de algum medicamento, fatores genéticos, banhos quentes e agentes externos, como:

     _Tecidos sintéticos

     _Plantas

     _Metais, como níquel (comum em bijuterias e relógios)

     _Cosméticos (perfumes, shampoos, condicionadores, cremes hidratantes, etc.)

     _Medicamentos de uso tópico (antifúngicos, anestésicos e antibióticos)

     _Produtos de limpeza

     _Produtos químicos

 

Produtos de limpeza podem causar dermatites.

 

É importante buscar avaliação médica para que o tipo de dermatite seja diagnosticado corretamente e, então, o melhor tratamento seja indicado. Dermatites não são contagiosas e o tratamento varia de acordo com a causa, podendo ser realizado com remédios ou cremes de uso tópico prescritos pelo dermatologista ou especialista da área.

Veja abaixo cada um dos principais tipos de dermatite e suas características.

  

Dermatite de Contato

A dermatite de contato, como o próprio nome já diz, é causada por um agente externo (produto ou objeto) que ao entrar em contato com a pele causa irritação ou alergia. Geralmente, os locais atingidos são rosto e mãos.

 

Os principais sintomas são coceira, vermelhidão, erupção cutânea, inchaço e descamação da pele. Não oferece risco de vida.

Pode ocorrer devido exposição à um agente muito agressivo (como ácido) ou por exposições frequentes a alguns produtos (cosméticos ou produtos de limpeza, por exemplo).

 

Em alguns casos, a pessoa desenvolve imunidade contra determinada substância. É a chamada dermatite de contato alérgica ou apenas dermatite alérgica. O contato com a substância irritante faz com que surjam bolhas, coceira e vermelhidão no local. Bijuterias e cosméticos são agentes comuns para desencadear esse tipo de dermatite.

 

Se tratando da dermatite de contato, é importante afastar o agente causador o mais breve possível para evitar o agravamento do quadro.

 

Dermatite causa coceira e descamação

Dermatite de contato causa coceira e vermelhidão na pele.

 

Dermatite Atópica

Classificada como doença crônica, a dermatite atópica é caracterizada por lesões vermelhas que coçam, formam crostas e, em alguns casos, descamam. Comum em crianças, alguns quadros podem vir associados de asma ou rinite alérgica.

 

As causas desse tipo de dermatite podem envolver fatores genéticos, imunológicos e ambientais. As áreas mais comuns são dobras dos braços, virilha e atrás dos joelhos.

Alguns fatores ambientais podem desencadear ou agravar a doença, como banhos quentes, excesso no uso de sabonetes e roupas de tecidos sintéticos.

Saiba mais sobre Dermatite Atópica aqui.

 

Dermatite Seborreica

A dermatite seborreica afeta, especialmente, o couro cabeludo e regiões oleosas da pele (laterais do nariz, orelhas, barba, pálpebras e tórax). Causa vermelhidão, manchas e descamação.

As causas desse tipo de dermatite são desconhecidas, porém, sabe-se que seu aparecimento está relacionado a alterações nas glândulas sebáceas e componentes imunológicos. Além disso, agentes microbianos da flora normal da pele também podem ser responsáveis pelo surgimento desse tipo de dermatite.

As manifestações da dermatite seborreica são mais comuns em bebês, nos primeiros meses de vida, e em jovens adultos do sexo masculino.

 

Calor, umidade e roupas com tecidos que prejudicam a transpiração podem favorecer o surgimento desse tipo de dermatite.

Os principais sintomas são descamação do couro cabeludo e rosto (sobrancelhas, pálpebras, nariz, lábios, atrás das orelhas e tórax), manchas brancas no rosto e couro cabeludo, excesso de oleosidade, vermelhidão e coceira.

 

Dermatite causa descamação no couro cabeludo

A dermatite seborreica causa descamação do couro cabeludo.

 

Dermatite Hipertiforme

A dermatite hipertiforme é uma doença sem causa definida. Entretanto, percebe-se que o agravamento dos sintomas está associado à intolerância ao glúten (substância presente no trigo, centeio e outros alimentos).

Os sintomas incluem pequenas bolhas que provocam sensação de queimação intensa e coceira. Também podem surgir lesões em várias partes do corpo, especialmente nos cotovelos, joelhos, coxas, nádegas e tronco.

 

Dermatite Ocre

A dermatite ocre ocorre em regiões do corpo onde há problemas na circulação sanguínea. É caracterizada por manchas escuras na pele (de coloração arroxeada ou marrom) devido ao acúmulo de sangue. Pele ressaca também é uma característica desse tipo de dermatite.

Geralmente, essas manchas surgem nas pernas e são comuns em casos de varizes. O tratamento pode ser feito com repouso, elevação das pernas e meias elásticas.

 

Como tratar dermatites?

Na maioria dos casos, os tratamentos buscam amenizar os sintomas, já que as dermatites causam desconfortos estéticos e funcionais (lesões, coceira e ardência).

O acompanhamento médico é essencial para o diagnóstico correto, identificação do agente causador, controle da doença e prescrição do tratamento.

Os especialistas capacitados para diagnosticar dermatites são: clínico geral, dermatologista, alergista e imunologista.

 

Quando o quadro de dermatite estiver controlado, é importante fazer uso diário de produtos que fortaleçam a pele, como cremes hidratantes específicos que promovem o alívio da irritação, coceira e vermelhidão.

 

Hidratar a pele para evitar dermatite

Cremes hidratantes específicos aliviam a coceira e a vermelhidão.

 

Membracel para o tratamento de dermatites

Alguns tipos de dermatites podem causar lesões na pele. Coçar as erupções cutâneas também pode machucar a pele e causar feridas abertas. Nesses casos, é importantíssimo tomar as medidas corretas para cicatrizar as lesões, evitando contaminações e outras complicações.

 

A Membrana Regeneradora Porosa tem excelentes indicações para o tratamento de lesões de pele, pois acelera o processo cicatricial da pele. Por conter poros, a membrana permite a drenagem do excesso de exsudato (secreção da lesão) e favorece as trocas gasosas. Esses fatores são essenciais para a formação do tecido de granulação, que dará lugar ao novo tecido epitelial.

 

Como evitar dermatites

     _Fatores comportamentais influenciam diretamente o desenvolvimento de crises de dermatites. Por isso, controle o estresse. Procure levar uma vida tranquila, praticar atividades físicas relaxantes e mantenha uma alimentação saudável.

     _Evite banhos quentes ou muito longos. O banho deve ser de no máximo 10 minutos, com água fria ou morna. Além disso, use sabonetes neutros.

     _Escolha produtos de limpeza sem perfume e, se possível, use luvas.

     _Diariamente, hidrate a pele enquanto ainda estiver úmida (isso ajuda a selar a umidade). Opte por óleos ou cremes sem cheiro.

     _No caso de dermatite de contato, é necessário o afastamento do agente causador e proteger a pele com luvas, máscara e, se necessário, roupas de proteção.

      _Se tratando de dermatite seborreica, evite fatores que podem agravar o quadro, como calor, transpiração, fricção da pele, excesso de carboidratos e álcool.

     _Evite o contato com alérgenos presentes nos ambientes, como poeira, pólen e tabaco.

 

Luva para evitar dermatite

Use luvas para evitar o contato com produtos de limpeza.

 

Dica de ouro

O Spray de Barreira forma uma película de silicone que protege a pele por até 72 horas. Evita dermatites e outras alergias de contato. O spray pode ser aplicado, inclusive, na pele já lesionada sem causar ardência ou desconforto.

 

Aplicação do Spray de Barreira

O Spray de Barreira evita dermatites.

 

Agora que você já sabe tudo sobre dermatites, que tal ler sobre dermatose? 😉

COMMENT THIS PUBLICATION