Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O que é mastopexia?

Mastopexia é a cirurgia que tem o objetivo de remodelar e levantar os seios flácidos e caídos (a chamada ptose mamária). Esse procedimento também é chamado de lifting de mamas.

 

Ao longo da vida, o corpo da mulher sofre inúmeras mudanças. Desde a puberdade, os seios mudam de tamanho e são impactados por diversos fatores, como hormônios, uso de anticoncepcionais orais, gravidez e amamentação. A mastopexia reposiciona os seios para deixá-los com melhor aspecto.

 

Médico cirurgião plástico marcando mama de paciente

O objetivo da mastopexia é levantar e remodelar os seios

 

Principais motivos que levam à mastopexia

     – Processo natural de envelhecimento: a pele das mamas, assim como de outras partes do corpo, perde elasticidade, o que prejudica a sustentação dos seios.

     – Após o período de amamentação: as mamas ficam maiores durante a gestação e período de amamentação e, portanto, a pele estica. Conforme as mamas diminuem de tamanho, a pele que estava esticada acaba ficando flácida.

     – Efeito da gravidade: a gravidade enfraquece os ligamentos que sustentam e fixam as mamas à parede torácica.

     – Variações de peso: ganhos e perdas repentinas de peso (o famoso “efeito sanfona”) fazem com que o volume dos seios aumente e diminua, causando a flacidez.

     – Alterações hormonais: o uso de pílulas anticoncepcionais e até mesmo a menopausa podem modificar o aspecto das mamas, em alguns casos fazendo-as cair ou inclinar para baixo.

 

Como é a mastopexia?

O médico retira o excesso de pele e eleva as mamas até a posição original, garantindo simetria. Em alguns casos, é possível também reposicionar a aréola e alterar o tamanho do mamilo.

 

A mastopexia pode ser feita com ou sem a aplicação de prótese de silicone. Na mastopexia sem prótese, o médico retira o excesso de pele e reposiciona o tecido mamário, dando um novo contorno e formato aos seios. Quando a paciente deseja aumentar o tamanho dos seios, é realizada a mastopexia com prótese

 

Médico segurando prótese de silicone

A mastopexia pode utilizar ou não próteses de silicone

 

A incisão desse tipo de cirurgia plástica vai depender da quantidade de pele retirada. Pode ser realizada ao redor dos mamilos, seguindo em linha vertical em direção à base do seio ou, ainda, formando um “T” invertido.

 

Quais são os cuidados com os pontos após a cirurgia?

O período após a mastopexia exige repouso e alguns cuidados para evitar complicações, como a abertura dos pontos (deiscência cirúrgica). Não fazer esforços físicos nos primeiros dias é essencial para garantir a boa cicatrização da pele e das camadas internas.

 

Veja abaixo como evitar esse tipo de complicação:

     – Nas primeiras 24  horas após a cirurgia, permaneça deitada com o tronco elevado a 30º ou sentada;

     – Nos primeiros 30 dias, utilize o sutiã pós-cirúrgico 24 horas por dia, retirando apenas na hora do banho. E nos próximos 30 dias, utilize apenas para dormir. Essa orientação é muito importante, pois o objetivo do sutiã cirúrgico é diminuir o inchaço e sustentar e modelar as mamas;

     – Não deite de bruços e nem de lado. Dica: utilizar travesseiros para elevar o tronco pode tornar a posição mais confortável;

     – Evite expor a região operada ao sol por, no mínimo, 3 meses;

     – Evite movimentos de grande amplitude dos braços e não os erga além da altura dos ombros nas primeiras duas semanas. Quando movimentamos os braços, a musculatura das mamas se movimenta junto;

     – Não levante ou carregue peso;

     – Realize massagem e drenagem linfática conforme a orientação do seu médico;

     – Mantenha uma dieta equilibrada, rica em frutas, legumes e carnes brancas. Evite doces, frituras, refrigerantes e bebidas alcoólicas;

     – Pare de fumar antes mesmo da cirurgia. O cigarro dificulta a microcirculação de sangue no local operado, prejudicando a cicatrização. Não seguir essa orientação pode resultar em cicatrizes indesejadas e visíveis;

     – O médico pode receitar anti-inflamatórios, antibióticos e analgésicos. Respeite o horário e dosagem das medicações. 

 

Cicatriz de mastopexia

Os pontos e a área do corte cirúrgico exigem cuidados especiais

 

Como prevenir a deiscência após mastopexia?

Nas primeiras duas semanas, existe a chance de abertura dos pontos e, portanto, os cuidados devem ser redobrados. De maneira geral, é indicado repouso de 15 dias. Após esse período, a paciente pode retornar ao trabalho. Porém, para dirigir é necessário esperar 21 dias. Exercícios físicos apenas após liberação médica.

Para evitar complicações com a cicatrização da cirurgia, peça ajuda até para as atividades mais básicas, como tomar banho e deitar e levantar da cama.

 

Além de estar ligada a questão estética, a deiscência, se não tratada corretamente, pode evoluir para uma complicação grave. Portanto, é importante utilizar curativos especiais que acelerem a cicatrização e potencializem os resultados.

É o caso da Membrana Regeneradora Porosa Membracel, uma membrana de celulose que alivia a dor e estimula o processo cicatricial. Por conter poros, a membrana permite a drenagem do excesso de exsudato (secreção da ferida) e favorece as trocas gasosas. Esses fatores auxiliam na formação do tecido de granulação, etapa essencial do processo de cicatrização da pele.

Em alguns casos, pode ser que o médico indique antibiótico para tratar uma possível infecção.

 

Aplicação de Membracel em deiscência de mastopexia

A Membracel é indicada para casos de abertura dos pontos

 

Como realizar os curativos?

Logo após a cirurgia, o cirurgião faz um curativo impermeável. Esse curativo é trocado pelo próprio médico no consultório. Na sequência, é feito um curativo simples, com gaze. Esse segundo curativo deve ser refeito em casa, limpando a região com soro fisiológico e aplicando nova gaze para absorção do excesso de exsudato (secreção da ferida).

É comum que os mamilos fiquem sensíveis e doloridos e, portanto, acomodar uma gaze nessa região evita a fricção com as roupas, aliviando o desconforto.

 

Quando a paciente segue à risca as orientações médicas e troca corretamente os curativos, as cicatrizes tendem a ficar discretas e evoluem positivamente ao longo dos meses, tornando-se quase imperceptíveis.

 

De maneira geral, a recuperação de uma mastopexia, seja ela com ou sem prótese, tende a ser rápida e tranquila. Seguindo as orientações médicas, a paciente não deve passar por complicações no pós-operatório.

A evolução da cicatrização pode ser observada ao longo dos meses e, em média, em um ano é possível observar os resultados finais da cirurgia plástica, como tamanho, formato e posição das mamas, assim como o resultado das cicatrizes, que ficam mais finas e claras.

 

Conheça a história da Membracel.

COMENTE ESTA PUBLICACIÓN