Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

No último final de semana (de 20 a 22 de abril),  aconteceu o I Encontro de Pais e Pacientes com Epidermólise Bolhosa do Estado de São Paulo. A Vuelo Pharma esteve presente no evento apresentando a Membracel aos pais e portadores de EB. A membrana apresenta excelentes resultados no tratamento das lesões causadas pela doença e tem sido recomendada pelos médicos especialistas em EB.

 

Voltado para pacientes e familiares, o encontro debateu sobre a doença, possibilitando o acesso a informações seguras, como tratamentos e terapias disponíveis no mercado. De acordo com o enfermeiro estomaterapeuta da Vuelo Pharma, Antônio Rangel, é essencial que os portadores e familiares saibam como utilizar corretamente as medicações e curativos para as lesões. “Os cuidados diários refletem diretamente na saúde, na qualidade de vida, no estado emocional e na socialização do paciente”, destaca Rangel. Além disso, o acompanhamento multidisciplinar, com médico, nutricionista e psicólogo é importante para que a criança se desenvolva bem e possa ser inserida na sociedade de forma natural.

 

Promovida pela AAPEB – Associação de Apoio ao Portador de Epidermólise Bolhosa do Estado de São Paulo, a ação proporcionou aos presentes trocar experiências sobre a rotina de tratamento da pessoa com EB e o dia a dia em cada residência. O evento contou, ainda, com palestras e workshops ministrados por médicos e outros profissionais da saúde especialistas na doença.

 

Sobre a epidermólise bolhosa

É uma doença rara que tem como consequência a fragilidade da pele e o surgimento de bolhas em resposta a qualquer pequeno trauma ou atrito (até mesmo a costura das roupas pode machucar!). As partes do corpo mais afetadas são aquelas que ficam expostas, como mãos, pés e cotovelos. É conhecida como “doença da borboleta”, já que a pele é tão sensível e frágil quanto as asas do inseto.

Quer saber mais sobre a epidermólise bolhosa? Leia esse post.

COMENTE ESTA PUBLICACIÓN