O inverno chegou, as temperaturas já estão caindo e uma dúvida surge: é necessário algum cuidados especial com as feridas no frio? O enfermeiro estomaterapeuta da Vuelo Pharma, Antônio Rangel, afirma que alguns detalhes podem, sim, fazer a diferença no sucesso do tratamento. Manter a região afetada sempre aquecida é a principal dica. Da mesma forma, antes de realizar a limpeza da lesão, aqueça o soro fisiológico (ou solução específica para limpeza).

Nosso metabolismo trabalha em temperatura aproximada de 36º. Se a região da ferida for resfriada, o organismo gastará energia para aquecer a região novamente. Apenas após a normalização da temperatura na área da lesão, o processo de migração e multiplicação celular começará novamente. Sem esse processo, a cicatrização não ocorre, por isso a importância de manter a lesão sempre aquecida.

Além disso, nessa época é comum o ressecamento da pele e, por isso, é importante manter a área afetada sempre hidratada. A utilização do Spray de Barreira Vuelo auxilia, pois protege a pele por até 72 horas, evitando o agravamento da lesão e, até mesmo, o surgimento de novas feridas.

 

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO