Wound dressing series

Um estudo realizado pelo enfermeiro Paulo Sergio Gomes da Silva, da Universidade Federal de Alagoas, e apresentado no XI no Congresso Brasileiro de Estomaterapia, concluiu que a membrana regeneradora porosa Membracel foi eficaz no tratamento de queimaduras de pele. As queimaduras, que podem ser classificadas em queimaduras térmicas, elétricas e químicas, costumam causar muita dor e apresentação lenta cicatrização.

No estudo, identificou-se que a paciente apresentava queimadura térmica de 2º grau na região do antebraço esquerdo. Após o uso da membrana por 13 dias, comprovou-se a recuperação efetiva da pele na área afetada, além de diminuir o tempo de cicatrização e recuperar a autoestima da paciente.

Clique aqui para ler o estudo na íntegra.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO

WhatsApp chat