Cicatrização

O processo de cicatrização refere-se à reparação tecidual da pele, onde o tecido lesionado é substituído por um novo tecido. O processo de reconstrução das camadas da pele envolve diversos fatores, desde a regeneração das células até a formulação da cicatriz.

A cicatrização da pele não é uma fórmula pronta, pois cada organismo reage de uma maneira. Além disso, diversos fatores podem influenciar, como características do paciente (idade, tabagismo e existência de doenças crônicas) e tratamento tópico adequado.

Fazer o tratamento correto da lesão é importante para evitar que a ferida se torne porta de entrada para infecções e contaminações.

Conheça a Membracel, membrana regeradora de fácil aplicação e que proporciona a rápida cicatrização da pele.

TIPOS DE CICATRIZAÇÃO

A cicatrização da pele é classificada em três tipos principais:

CICATRIZAÇÃO POR PRIMEIRA INTENÇÃO

Quando há pouca perda tecidual e a ferida é fechada pela aproximação de seus bordos.

É comum em lesões causadas por objetos cortantes. Geralmente, a lesão cicatriza sem complicações entre 4 e 10 dias e a cicatriz é linear.

CICATRIZAÇÃO POR SEGUNDA INTENÇÃO

Quando as bordas da lesão não se unem devido à perda acentuada de tecido.

O espaço entre as bordas precisa ser preenchido pelo tecido de granulação que, na sequência, dará lugar à nova pele. Esse processo é mais complexo e pode durar meses.

CICATRIZAÇÃO POR TERCEIRA INTENÇÃO

Nesse caso, o fechamento da lesão ocorre por meio de suturas ou enxertos.

Pode ser necessária limpeza para retirada dos tecidos mortos (desbridamento).

FASES DO PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO

Embora cada organismos reaja de uma forma, é possível identificar três fases no processo de cicatrização.

FASE INFLAMATÓRIA

Dura de 1 a 4 dias, variando de acordo com o tipo e extensão da lesão. Essa fase é caracterizada pela presença de secreção (exsudato), podendo, também, haver edema (inchaço), vermelhidão e dor. Nessa etapa ocorre a liberação de mediadores químicos e ativação do sistema de coagulação sanguínea.

FASE PROLIFERATIVA

Tem duração de 5 a 20 dias. As células na lesão se proliferam, gerando rica vascularização e infiltração de macrófagos. A soma desses processos forma o tecido de granulação, que viabiliza a formação da nova pele.

FASE DE REPARO

Essa fase pode durar meses. O tecido formado na fase anterior é remodelado para aumentar sua resistência. Para melhorar o aspecto da cicatriz, as fibras são realinhas, melhorando progressivamente sua tonalidade (passando do vermelho escuro para o tom rosa claro).

COMO EVITAR CICATRIZES?

Toda lesão de pele resulta em uma cicatriz, algumas mais discretas outras mais visíveis. Uma cicatriz leva meses para chegar em sua versão final e, portanto, algumas atitudes podem ajudar a torna-las mais suaves.

No caso de cicatrizes de cirurgias, por exemplo, algumas escolhas influenciam diretamente na cicatriza, como técnica de sutura, tipo da agulha e espessura do fio utilizado.

 

De maneira geral, utilizar o tratamento correto é essencial para o resultado da cicatriz. Também é possível utilizar cremes específicos e fitas de silicone, de acordo com a orientação médica.

 

Separamos algumas dicas que podem ajudar a amenizar a aparência de cicatrizes:

  1. A Vitamina C ajuda na produção do colágeno, muito importante para o processo de cicatrização e elasticidade da pele. Garanta que a sua dieta contenha laranja, acerola, morango, brócolis e outros alimentos ricos em Vitamina C.
  2. Alimentos ricos em ferro, proteínas e minerais também são importantes.
  3. Não fume! O cigarro prejudica o processo de cicatrização e deve ser evitado.
  4. Evite esforço físico. Cicatrizes recentes são frágeis e necessitam de tempo para se tornarem resistentes.
  5. Os raios solares podem escurecer a cicatriz e causar manchas na pele. Portanto, evite expor a área afetada ao sol e sempre use protetor solar.
  6. Siga à risca o tratamento passado pelo seu médico. O tempo de tratamento é necessário para a boa recuperação da pele e para formação de uma cicatriz amena.

 

Além dos cuidados acima, alguns outros bons hábitos ajudam na cicatrização da pele. Lembre-se de manter o organismo hidratado e manter uma dieta equilibrada. Use cremes ou loções hidratantes diariamente para manter a pele hidratada.

 

COMO ACELERAR A CICATRIZAÇÃO DA PELE?

Tratar corretamente as feridas é a melhor forma de acelerar a cicatrização da pele. Alguns curativos possuem características que ajudam na regeneração tecidual.

É o caso da Membrana Regeneradora Porosa Membracel, um curativo especialmente desenvolvido para acelerar e otimizar o processo de cicatrização da pele.

A Membracel permite a drenagem do excesso de exsudato (secreção da ferida) e favorece as trocas gasosas. Esses fatores ajudam a manter a umidade ideal no leito da lesão, promovendo um ambiente propício para o desenvolvimento do tecido de granulação. Além disso, a Membracel tem ainda outros benefícios, como não necessitar de trocas frequentes e não causar alergias.

Já no início do tratamento com a Membracel, nota-se a redução da dor e do tamanho da lesão. É possível, ainda, perceber a cicatrização pelo aparecimento do tecido de granulação na superfície da ferida, cujas características são: coloração rosada e aspecto granular.

 

 

A Membracel apresenta excelentes resultados no tratamento de diversos tipos de lesões, como queimaduras, úlceras vasculares, lesões por pressão (escaras) e escoriações.

COMO APLICAR A MEMBRACEL EM UMA LESÃO DE PELE?

1 – Lave a lesão com soro fisiológico ou solução específica para limpeza de feridas (como Prontosan ou Aquasept).

2 – Posicione a membrana sobre a lesão, cuidando para que ultrapasse os bordos da lesão em 1 cm.

3 – Umedeça a membrana com soro fisiológico, acomodando-a sobre a lesão com o auxílio e uma gaze. Garanta que a Membracel fique em contato com todo o leito da lesão.

4 – Aplique gaze sobre a membrana para auxiliar no excesso de exsudato e fixe-a com faixa ou fita micropore.

5 – Troque o curativo secundário diariamente ou sempre que estiver saturado (úmido) ou perca a capacidade de absorção.

PARA TROCAR O CURATIVO SECUNDÁRIO, SIGA OS PASSOS ABAIXO

1 – Remova a gaze sobre a membrana.

2 – Limpe a lesão sobre a membrana (sem retirá-la) com soro fisiológico ou solução para limpeza de feridas. Utilize uma gaze, pressionando-a levemente sobre a membrana para retirar o excesso de exsudato que possa estar por baixo da membrana.

3 – Aplique nova gaze sobre a Membracel e feche o curativo novamente.

4 – Essa limpeza pode ser necessária mais de uma vez no dia, variando de acordo com a quantidade de exsudato secretado pela lesão.

O tempo de permanência da Membracel na lesão varia de acordo com o tipo da ferida e orientação médica. Entretanto, indicamos que, no início do tratamento, a membrana permaneça entre 5 e 7 dias. Conforme a lesão for ficando mais limpa e o tratamento for evoluindo, você pode aumentar a permanência para 10 ou até 12 dias.

Conheça Outras Páginas