Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O que é?

A Epidermólise Bolhosa (EB) é uma doença de pele rara que resulta na fragilidade da pele e das mucosas. A ausência (ou alteração) de colágeno faz com que surjam bolhas a cada pequeno atrito ou trauma, podendo ocorrer em qualquer parte do corpo, inclusive nas mucosas (boca e esôfago, por exemplo). 

A pele saudável contém âncoras de proteína entre as duas camadas da pele (epiderme e derme) que impedem que elas se movimentem independente uma da outra. No caso do paciente com EB, as camadas da pele não possuem essas âncoras, tornando frágeis a pele e as mucosas. Dessa forma, uma leve fricção ou até mesmo mudanças climáticas podem separar as camadas e formar bolhas e feridas dolorosas. As partes mais afetadas são as que, geralmente, ficam expostas a traumas, como mãos e pés.

As lesões causadas pela EB podem ter como consequências cicatrizes como as de queimaduras, redução da abertura bucal, estreitamento do esôfago, anemia, junção dos dedos dos pés e das mãos (sinéquia) e queda do cabelo por lesões no couro cabeludo.

Os portadores de EB podem ter complicações oculares desde o nascimento. Quase sempre têm sensibilidade nos olhos, necessitando de óculos escuros para se proteger do sol. Além disso, é importante evitar poeira, fumaça, ventiladores diretos sobre a pessoa e ar condicionado por longos períodos de tempo.

Também é conhecida como a “doença da borboleta”, já que a pele é tão sensível e frágil quanto a asa do inseto. É uma doença genética e, portanto, não é contagiosa. A pessoa nasce com os sintomas ou os apresenta até os 3 anos de idade.

 

Nas imagens abaixo, é possível observar os excelentes resultados promovidos pelo tratamento com a Membrana Regeneradora Porosa Membracel em casos de EB.

 

COMMENT THIS PUBLICATION