ferida
Acamados, cadeirantes, idosos e pessoas com a mobilidade comprometida são o principal grupo de risco para desenvolver úlcera por pressão, popularmente chamada de escara.
São causadas pela pressão exercida sobre a pele, geralmente em regiões próximas a ossos – como no cóccix, calcanhar ou na região trocateriana (lateriais das pernas).

As úlceras por pressão podem apresentar estágios classificados de 1 a 4, de acordo com a profundidade e comprometimento da lesão. Para prevenir o aparecimento das úlceras, é necessário que ocorra a diminuição ou eliminação da pressão sob a pele, melhorando a vascularização da região e a oxigenação dos tecidos. Por isso, deve ser realizada a movimentação com mudança de posição a cada três horas. Outros fatores como alimentação equilibrada, hidratação da pele e uso de colchão adequado também ajudam a evitar o problema.

A Membracel vem sendo usada para o tratamento da úlcera por pressão com ótimos resultados. A membrana atua realizando a limpeza da ferida e estimulando a produção do tecido de granulação para preenchimento da cavidade da ferida, acelerando a cicatrização.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO

WhatsApp chat