O Ministério da Saúde instituiu o dia 6 de junho como o Dia Nacional de Luta contra Queimaduras, com o objetivo de conscientizar sobre os riscos da fatalidade. Dados mais recentes do Ministério da Saúde informam que, somente em 2011, morreram por queimaduras no Brasil 1051 pessoas. Neste total estão reunidos acidentes causados por  fatores térmicos envolvendo fontes de calor como fogo, água, vapor e exposição ao sol; fatores químicos relacionados a substâncias como ácidos e solventes, e também por acidentes envolvendo descargas elétricas ou radioatividade.

As queimaduras são classificadas de acordo com sua gravidade e análise da profundidade de tecido lesado, em queimaduras de 1º, 2º e 3º graus. O enfermeiro da Membracel Antonio Rangel destaca que o tratamento depende de cada caso. Para as lesões de 1º e 2º grau, a utilização de pomadas e cremes específicos é uma das indicações mais comuns. O uso de curativos que promovem a cicatrização e auxiliam na evolução do tratamento, como a membrana porosa regeneradora Membracel, também é bastante eficaz. A membrana proporciona o alívio imediato da dor e acelera a regeneração da pele atingida e deve ser colocada, no caso das queimaduras de 2º grau, somente após o rompimento da bolha. Já as queimaduras de 3º grau devem ser imediatamente levadas para atendimento de saúde emergencial 

 Saiba mais no site da Sociedade Brasileira de Queimaduras

 

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO

WhatsApp chat