Você já sabe que limão e sol não combinam, certo? Após manusear o limão, é importantíssimo lavar muito bem as mãos com bastante água corrente e sabão. Caso contrário, ao entrar em contato com o sol, a pele pode ficar manchada e até queimada.

Além do limão, outras frutas ácidas, como laranja, tangerina e figo também podem provocar queimaduras. Até mesmo o uso de perfumes, seguido de exposição ao sol pode manchar a pele.

A maioria das queimaduras acontecem nas mãos e próximo aos lábios. Em alguns casos, aparecem manchas de dedos em outras partes do corpo devido ao contato das mãos com essas regiões. Em casos mais graves, podem até aparecer bolhas.

É comum que o local atingido fique primeiramente avermelhado e, depois, surja a sensação de ardência ou coceira. Com o passar do tempo, as manchas escurecem e adquirem um tom marrom.

Limões em uma tábua de corte 

 

Como prevenir?

  • Evite manipular frutas ácidas em contato com o sol;
  • Quando tiver contato com limão ou outra fruta ácida, procure um local coberto e à sombra;
  • Ao preparar limonadas ou temperar alimentos com limão, lave bem as mãos (e outras regiões de contato) com água e sabão;
  • Não passe perfumes antes de ir à praia ou piscina.

 

O que fazer?

Caso a queimadura ocorra, lave a área atingida com bastante água e sabão (essa orientação vale mesmo que o local afetado seja o rosto ou a boca). Compressas de soro fisiológico podem ajudar a aliviar o desconforto até que o médico seja procurado.

O médico especialista poderá avaliar o nível de queimadura e comprometimento da pele, indicando o tratamento correto e evitando complicações.

 

O que NÃO fazer?

  • Se a queimadura resultar em bolhas, NUNCA as estoure por conta. Só o médico ou especialista está habilitado para romper corretamente as bolhas, se for o caso;
  • Jamais aplique produtos caseiros sobre a lesão, como leite, clara de ovo ou pasta de dente;
  • Não friccione o local para não irritar ainda mais a pele.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO

WhatsApp chat