Verão, praia, sol… A estação mais quente do ano exige cuidados específicos com a pele. O excesso de exposição solar causa danos às células da pele e pode, futuramente, causar tumores de pele e até câncer.

Mesmo que pareçam inofensivas, as queimaduras solares podem resultar em casos graves, como queimaduras com manchas avermelhadas e até com bolhas. Esse tipo de queimadura pode causar dor, sensação de queimação, ardência, pinicamento, coceira e alteração na textura da pele.

 

Como evitar?

Desidratação e insolação são alguns dos problemas que o excesso de exposição ao sol pode causar. Veja abaixo 10 dicas para manter a pele protegida, hidratada e saudável:

  1. Use filtro solar regularmente;
  2. O fator de proteção solar mínimo indicado é 30;
  3. Aplique o filtro solar, ao menos, 30 minutos antes de se expor ao sol;
  4. Reaplique o filtro solar a cada 2 horas;
  5. Evite se expor ao sol entre 10h e 16h;
  6. Aplique hidratantes após o banho;
  7. Use óculos escuros, boné e, se possível, roupas com proteção solar;
  8. Beba, no mínimo, 2 litros de água por dia;
  9. Sempre que mergulhar no mar ou piscina, reaplique o filtro solar. Essa dica também vale em caso de suor excessivo;
  10. Escolha bem o guarda-sol. A melhor proteção está nos tecidos mais espessos (como lona ou algodão) e nas cores mais escuras, que filtram a radiação solar.

 

Como tratar?

As queimaduras solares podem passar por vários estágios: vermelhidão, formação de bolhas e descamação da pele. A sensação de coceira e sensibilidade pode persistir por várias semanas.

Nunca use receitas caseiras. Em casos de queimaduras graves, é importante procurar o pronto atendimento para avaliar o grau, a extensão e o comprometimento das camadas da pele. Qualquer conduta para amenizar as queimaduras solares extensas deve ser orientada pelo profissional da saúde. Nos casos de queimaduras superficiais, as dicas abaixo podem ser úteis:

  • Compressas de água fria podem ajudar a baixar a temperatura corporal e aliviar o desconforto;
  • Evite exposição ao sol, água quente e o uso de esponja ou esfoliantes na região atingida;
  • Nunca estoure as bolhas por conta própria. O ideal é protegê-las para evitar infecções e danos às camadas mais profundas da pele;
  • Se a bolha estourar sozinha, curativos especiais, como a Membracel, ajudam na proteção da região exposta e aceleram a cicatrização da pele;
  • Se a pele descamar, evite puxar as “casquinhas”, pois o local está sensível e suscetível a infecções;
  • Beba bastante água, sucos naturais e água de coco para prevenir desidratação;
  • Em caso de febre, náuseas ou desmaios procure um médico imediatamente.

Esses cuidados básicos podem ajudar a cuidar da pele e garantir que o verão e as férias sejam tranquilos e bem aproveitados.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO