No post anterior falamos sobre algumas causas das feridas de pele. Hoje, o enfermeiro Antônio Rangel irá responder algumas das principais dúvidas que todos nós temos quanto o assunto é ferida. Confira:

Posso lavar as feridas?

Sim, as feridas podem ser lavadas. Inclusive, a higienização com água e sabão é o primeiro passo para tratamento de lesões acidentais, como cortes e “ralados”. Entretanto, as feridas crônicas não devem ser lavadas durante o banho. “No banho, a água fica contaminada com a sujeira do nosso corpo e resquícios da pele, o que pode levar à contaminação.” O uso da água ou do soro aquecidos para a limpeza da ferida é recomendado em locais de clima frio (menos em casos de queimaduras). Isso porque o organismo trabalha em temperatura corpórea de 36 graus para manutenção e reestabelecimento da integridade da pele. Quando a ferida é resfriada durante o processo de limpeza, o corpo demora mais para entrar na temperatura adequada, retardando as reações químicas relacionadas à cicatrização.

Como saber a ferida está curando?

A dor diminui, o tamanho da lesão reduz e você começa a perceber a cicatrização pelo aparecimento do tecido de granulação, que é aquela pele mais dura e avermelhada que se forma na área. Para “sarar”, a ferida passa por três processos: o inflamatório – que é quando se tem a sensação de dor, calor e rubor. Nessa fase acontece a migração de células de defesa para o leito da ferida que irão realizar a limpeza e controlar a contaminação da ferida. Depois, acontece a fase de granulação – no qual acontece a formação do tecido base para a cicatrização e, então, o processo de maturação, que irá reconstituir a pele.

E se ela estiver infeccionada, quais os sintomas?

Aumento da dor, calor e rubor ao redor da ferida. Embora sejam sintomas comuns ao processo de cicatrização, se forem excessivos podem ser sinal de infecção. A presença de pus na ferida e a febre também indicam que algo não vai bem.

Feridas podem ser sinal de alguma doença?

Sim, diversas doenças podem desencadear feridas na pele, como câncer de pele, diabetes, hanseníase, entre outras.

A alimentação e a hidratação do corpo estão relacionadas com as feridas e com a cicatrização?

Sim, possuem relação direta. Um organismo saudável e equilibrado se recupera mais rápido. Além disso, a proteína é a responsável pela reconstrução da pele e a vitamina C atua ajudando na formação do colágeno. Dependendo da ferida, exige-se, inclusive, suplementação alimentar.

Como saber se a ferida irá deixar uma cicatriz?

Toda ferida deixa cicatriz. O tamanho e a profundidade da ferida irão determinar o tamanho da cicatriz e sua visibilidade.

O calor e o suor podem atrapalhar a cicatrização as feridas?

O calor tem como consequência o aumento do suor do corpo, aumentando a umidade que favorece o aparecimento de úlceras porque a umidade excessiva do corpo pode provocar a maceração da pele, diminuindo sua resistência, em especial em pacientes acamados. No próximo post vamos falar sobre as principais dúvidas em relação a curativos e feridas.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO