Úlcera Varicosa

Por que as úlceras surgem?

Úlceras são lesões de pele (superficiais ou profundas) de difícil cicatrização que podem surgir por diversos motivos, como doenças pré-existentes, hereditariedade e fatores de risco.

 

Úlceras nas pernas e pés, geralmente, são causadas por problemas circulatórios.

 

A circulação sanguínea funciona da seguinte maneira: as artérias distribuem o sangue que sai do coração para todo o corpo. Depois que todo o organismo foi abastecido com esse sangue rico em nutrientes e oxigênio, as veias levam o sangue de volta ao coração para que seja filtrado. Quando existem problemas de circulatórios, esse processo é interrompido em algum momento, o que pode ocasionar diversas complicações, dentre elas as úlceras.

Conheça a Membracel, o curativo que acelera a cicatrização da pele e alivia a dor já na primeira aplicação.

O que são Úlceras Varicosas?

Pode ser que você já tenha se deparado com inúmeros termos para úlceras nas pernas. Antes de mais nada, vamos esclarecer que “úlcera venosa” e “úlcera varicosa” são termos que se referem ao mesmo tipo de ferida. Ou seja, são sinônimos.

Tendo isso esclarecido, podemos partir para a definição de úlceras varicosas.

 

Úlceras Varicosas (ou Venosas) são feridas causadas pela má circulação do sangue nas veias, especialmente nos membros inferiores. Nesses casos, o sangue tem dificuldade de retornar ao coração e fica estagnado, geralmente na região das canelas. Esse tipo de lesão corresponde a 80% das feridas que acometem pernas e pés.

O bloqueio do sangue causa edemas (inchaço) e morte das células. A pele fica tão fragilizada, que qualquer pequeno trauma pode rompê-la. Se não tratado desde o início, esse ferimento pode evoluir e, rapidamente, se tornar uma ferida crônica e de difícil cicatrização.

 

Úlceras Arteriais, como o próprio nome já diz, são lesões que se formam devido à obstrução das artérias, ou seja, do sangue que sai do coração e é distribuído para todo o corpo. Geralmente, esse tipo de úlcera está associado à formação de placas de gordura na parede das artérias, o que ocasiona a diminuição ou interrupção do fluxo sanguíneo.

 

Como identificar Úlceras Varicosas?

Problemas venosos podem ser facilmente identificados. A má circulação do sangue causa inchaço nas pernas e nos pés, além da formação de varizes.

 

Outro sintoma comum são dores nas pernas, que podem variar de intensidade (de leve a forte). As dores costumam diminuir significativamente com a elevação das pernas ou com a utilização de meias de compressão.

 

Quais as causas de Úlceras Varicosas?

A má circulação sanguínea causa o aumento da pressão venosa, dificultando o retorno do sangue ao coração. Dessa forma, o sangue fica estagnado, causando varizes, inchaço e alterações na coloração e textura da pele.

 

Na maioria dos casos, as úlceras varicosas surgem devido a fatores genéticos e doenças pré-existentes, como diabetes, hipertensão e colesterol alto.

Os grupos com mais chances de desenvolver esse tipo de úlcera são: mulheres, sedentários, fumantes e pessoas que passam longas horas em pé.

Como prevenir Úlceras Varicosas?

  • Mantenha uma dieta equilibrada, rica em fibras, proteínas e vitaminas;
  • Beba, no mínimo, 2 litros de água por dia;
  • Pratique exercícios físicos regularmente, de acordo com a recomendação médica;
  • Periodicamente, faça acompanhamento com um médico especialista (Cirurgião Vascular ou Angiologista);
  • Monitore a integridade da pele das pernas e dos pés. Se perceber qualquer alteração, avise seu médico.

Membracel para o tratamento de Úlceras Varicosas

A Membrana Regeneradora Porosa Membracel acelera o processo de cicatrização de Úlceras Varicosas.

Por conter poros, a membrana permite a drenagem do excesso de exsudato (secreção da ferida) e favorece as trocas gasosas. Esses fatores auxiliam na formação do tecido de granulação, etapa essencial do processo cicatricial.

A Membracel protege as terminações nervosas, diminuindo a dor já na primeira aplicação. Além disso, não necessita de trocas diárias, o que proporciona mais conforto ao paciente, que precisará apenas trocar o curativo secundário.

Para aplicação do curativo Membracel, siga os passos abaixo:

1 – Lave a lesão com soro fisiológico ou solução específica para limpeza de feridas (como Prontosan ou Aquasept).

2 – Posicione a membrana sobre a lesão, cuidando para que ultrapasse os bordos da lesão em 1 cm.

3 – Umedeça a membrana com soro fisiológico, acomodando-a sobre a lesão com o auxílio e uma gaze. Garanta que a Membracel fique em contato com todo o leito da lesão.

4 – Aplique gaze sobre a membrana para auxiliar no excesso de exsudato e fixe-a com faixa ou fita micropore.

5 – Troque o curativo secundário diariamente ou sempre que estiver saturado (úmido) ou perca a capacidade de absorção.

Para trocar o curativo secundário, siga os passos abaixo:

1 – Remova a gaze sobre a membrana.

2 – Limpe a lesão sobre a membrana (sem retirá-la) com soro fisiológico ou solução para limpeza de feridas. Utilize uma gaze, pressionando-a levemente sobre a membrana para retirar o excesso de exsudato que possa estar por baixo da membrana.

3 – Aplique nova gaze sobre a Membracel e feche o curativo novamente.

4 – Essa limpeza pode ser necessária mais de uma vez no dia, variando de acordo com a quantidade de exsudato secretado pela lesão.

Quanto tempo a Membracel deve permanecer na lesão?

Indicamos que, no início do tratamento, a Membracel permaneça na lesão entre 5 e 7 dias. Conforme o tratamento for evoluindo e a lesão for ficando mais limpa, o período de permanência da membrana pode chegar a 10 ou até 12 dias.

Depoimentos

Conheça Outras Páginas