O que é úlcera varicosa?

As úlceras varicosas (também conhecidas como venosas) são feridas nas pernas ocasionadas por conta da má circulação sanguínea nos membros inferiores, correspondendo a 80% das feridas que acometem perna e pés.

Por conta do aumento da pressão venosa, o sangue fica estagnado em uma determinada região e, com a pele fragilizada, qualquer pequeno trauma pode resultar em lesão e evoluir para a condição crônica (úlcera).

É bastante comum em pessoas que, há anos, possuem varizes, porém não procuram tratamento para normalização da pressão.

Esse tipo de lesão acomete, principalmente, sedentários, obesos, fumantes e pessoas que passam muito tempo em pé ou sentadas. Além das pernas, também ocorre o surgimento de úlcera no pé. São feridas de difícil cicatrização. Por isso, se não tratadas da forma correta desde o início, podem aumentar de tamanho e infeccionar.

 

Foto de um tornozelo sendo enfaixado com curativos

Úlcera na perna

Esse tipo de ferida, geralmente, surge na região do tornozelo. A má circulação sanguínea faz com que o sangue fique acumulado, causando o rompimento das veias e o surgimento da ferida.

Alguns sintomas são: inchaço, coceira, varizes, escurecimento da coloração da pele e sensação de cansaço nas pernas.

São lesões doloridas, de difícil cicatrização e que influenciam na qualidade de vida da pessoa.

 

Tratamento de Úlceras Varicosas

Fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento o mais breve possível é essencial para qualquer tipo de problema de origem vascular. No caso de úlceras varicosas, alguns cuidados são essenciais, como:

 

Acompanhamento médico: manter o acompanhamento com o médico especialista (como angiologista ou vascular) é essencial. Além de acompanhar a evolução da lesão, esse profissional irá indicar o tratamento correto para tratar a deficiência na circulação sanguínea, que é a origem do problema.

Elevação das pernas: fazer repouso deitado com as pernas elevadas ajuda no retorno sanguíneo. Essa posição estimula o caminho de volta do sangue ao coração, evitando que o sangue fique estagnado nos membros inferiores, o que pode causar lesões.

Bandagem compressiva: a terapia compressiva auxilia no retorno venoso e na diminuição do edema (inchaço). Comprimir a área afetada faz com que o fluxo venoso melhore, dissociando o sangue “parado” e evitando o surgimento de novas lesões.

Enfermeiro estomaterapeuta: o estomaterapeuta é o enfermeiro especialista no tratamento de feridas. Esse profissional poderá indicar quais as melhores diretrizes, cuidados e tratamentos para cada tipo de ferida.

Curativo para Feridas: utilizar o curativo correto influencia diretamente no resultado da cicatrização. O curativo precisa manter a umidade ideal na lesão e permitir a oxigenação, além de estimular a cicatrização. A escolha incorreta do curativo pode prejudicar ainda mais a úlcera, regredindo o tratamento.

Alimentação: manter uma alimentação equilibrada, rica em proteínas e vitaminas ajuda na resposta do organismo. Além disso, é importante ingerir bastante água para manter o corpo hidratado.

 

Como funciona a Membracel?

A Membracel é um curativo especial que acelera a cicatrização da pele. A membrana contém poros que permitem a drenagem do excesso de exsudato (secreção da ferida), transferindo a umidade para uma gaze, que deve ser trocada sempre que estiver saturada (úmida). Dessa forma, a Membracel ajudar a manter a umidade ideal no leito da lesão, otimizando os estágios da cicatrização.

Os poros também permitem que a lesão faça as trocas gasosas necessárias para evolução da cicatrização da pele.

 

Além disso, ao ser aplicada na lesão, a Membracel protege as terminações nervosas, o que resulta no alívio da dor (que costuma ser comum nesse tipo de lesão).

Por esses motivos, a Membracel é muito indicada para o tratamento de úlceras varicosas, pois acelera o processo de cicatrização da lesão e promove mais conforto ao paciente, que não precisa lidar com as trocas diárias de curativos do curativo primário.

 

Foto de mãos com luvas aplicando um curativo Membracel em pele lesionada na região da canela

Aplicação de Membracel em úlcera varicosa

Como fazer o curativo para úlcera nas pernas?

Para o sucesso do tratamento, é importante seguir as orientações abaixo para a aplicação do curativo Membracel.

 

1 – Lave a lesão com soro fisiológico em jato ou com outra solução específica para limpeza (como Prontosan ou Aquasept). Se possível, aqueça o soro fisiológico antes da utilização.

2 – Posicione a membrana sobre a ferida, cuidando para que ultrapasse 1 cm os bordos da lesão.

3 – Umedeça a membrana com a solução para limpeza acomodando-a com o auxílio de uma gaze.

4 – Por cima da membrana, posicione uma gaze limpa para drenagem do excesso de exsudato (secreção) e enfaixe a região. Esse curativo deve ser trocado diariamente ou sempre que estiver saturado (úmido).

 

No início do tratamento, a membrana pode permanecer na lesão entre 5 e 7 dias, sendo que, conforme a evolução do tratamento, a permanência pode ser aumentada para até 10 dias. Portanto, para trocar o curativo secundário, retire a gaze e limpe a ferida (conforme indicado anteriormente) sem retirar a membrana.

Pressione levemente a membrana com uma bonequinha de gaze para retirar o excesso de exsudato que possa estar embaixo da membrana. Essa limpeza pode ser feita uma ou mais vezes por dia, de acordo com a quantidade de exsudato que a ferida apresenta.

 

Foto da Membrana Regeneradora Porosa Membracel

A Membracel funciona como um substituto temporário da pele

Úlceras varicosas x úlceras arteriais

Tanto as úlceras varicosas (venosas) quanto as arteriais ocorrem devido a problemas na circulação. A circulação sanguínea funciona a partir do sangue que sai do coração e é distribuído pelas artérias.

Depois que todo o corpo foi abastecido com sangue rico em nutrientes e oxigênio, as veias levam o sangue de volta ao coração, para que sejam filtradas as impurezas.

 

As úlceras arteriais surgem por uma obstrução nas artérias (que distribuem o sangue), resultando na morte celular e, consequentemente, na lesão. São comuns na região da canela e nas extremidades dos dedos dos pés.

Já as úlceras venosas estão relacionadas ao sangue que volta para o coração (por intermédio das veias) e acaba ficando estagnado, fragilizando o tecido. Nesses casos, qualquer pequeno trauma pode resultar em ferida e evoluir para a condição crônica (úlcera).

 

Entenda melhor a diferença em Úlcera Arterial x Úlcera Venosa.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO