1209 limpeza feridas

 

O tratamento de feridas é muito delicado e composto de diversas etapas. Uma das etapas mais importantes e que merece atenção extra é a limpeza da lesão.

No que diz respeito a esse assunto, muitos mitos e informações incorretas acabam sendo divulgadas. Por isso, todo cuidado é pouco. É essencial confirmar a origem e credibilidade da fonte e das técnicas para o tratamento de feridas.

Não é aconselhável, por exemplo, limpar a região lesionada com sabão comum ou água oxigenada. A técnica ideal de limpeza é a que dá suporte para o processo cicatricial, respeitando o tecido de granulação e minimizando os riscos de traumas e infecções. Para isso, alguns passos são cruciais e precisam ser seguidos.

 

Tipos de Feridas de Pele

O que é uma ferida? Ferida de pele, por definição, é qualquer situação cuja integridade cutânea ou mucosa seja prejudicada, seja por acidentes, traumas, doenças ou cirurgias. As lesões de pele podem ser de fácil cicatrização ou, ainda, exigirem tratamentos mais complexos.

As lesões de pele são classificadas em dois grandes grupos: feridas crônicas e feridas agudas. Essa definição está relacionada ao tempo de resposta ao tratamento.

Feridas agudas são lesões recentes e que respondem rapidamente ao tratamento, cicatrizando sem complicações. Alguns exemplos de feridas agudas são cortes, queimaduras, incisões cirúrgicas e lesões causadas por acidentes ou traumas.

Já as feridas crônicas são aquelas que não respondem adequadamente ao tratamento e não cicatrizam no tempo esperado. Algumas complicações ao longo do processo de cicatrização podem prejudicar o tratamento. É o caso de doenças pré-existentes, como diabetes e hipertensão. São exemplos de feridas crônicas: lesões por pressão, feridas do pé diabético e úlceras varicosas ou arteriais.

 

Passo a passo para a Limpeza de Feridas

1 – É importante lembrar que todo o material utilizado, como luvas, pinça e tesoura, deve estar esterilizado.

2 – Antes de iniciar a limpeza, faça a higienização das mãos e mantenha o paciente em posição confortável.

3 – Calce as luvas e retire o curativo anterior com cuidado. Se durante a remoção o curativo estiver aderido à ferida (grudado), aplique o soro fisiológico em jatos, removendo-o com delicadeza e, assim, evitando traumas e retrocessos no processo cicatricial.

4 – Despreze o curativo retirado juntamente com as luvas. Calce novas luvas.

5 – Lave a lesão com soro fisiológico 0,9% morno ou em temperatura ambiente, aplicando-o em jatos. Você também pode usar uma solução específica para limpeza de feridas (como as com PHMB). Não seque o leito da ferida.

6 – Faça a limpeza da pele ao redor da ferida com gaze umedecida com soro fisiológico.

7 – Aplique o curativo Membracel conforme as instruções da embalagem e, logo após, faça o curativo secundário, com gaze e atadura de crepe (faixa), fixando-o com fita microporosa adesiva.

8 – Todos os itens retirados do curativo anterior e os materiais descartáveis utilizados para a limpeza devem ser colocados em um saco plástico e descartados no lixo correto.

9 – Higienize e esterilize os demais objetos, como tesoura e pinça.

10 – Repita o processo sempre que fizer um novo curativo e lembre-se: o acompanhamento de um profissional de saúde capacitado é importante para o sucesso no tratamento.

 

Curativos e Tratamentos

Existem curativos de muitos tipos e para diversas finalidades. Os curativos mais tecnológicos, como a Membracel, favorecem a cicatrização da pele e aceleram o processo de cicatrização.

A Membracel, ainda, protege as terminações nervosas e diminui a dor logo após a primeira aplicação. Além disso, é um curativo que não necessita de trocas diárias. Isso significa muito mais conforto e menos dor para o paciente.

 

 

Feridas mais simples podem ser tratadas com curativos mais simples. Já feridas complexas, como queimaduras e úlceras, necessitam de curativos especiais, que devem ser indicados pelo médico ou profissional de saúde que acompanha o caso.

Escolher o tratamento correto é essencial para cicatrização da pele e para que a cicatriz formada seja mais discreta possível.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO