Se você é estomizado ou convive com alguém que possui um estoma, provavelmente, já deve ter ouvido falar em “granuloma”. Para manter bons cuidados diários, é importante saber por que os granulomas surgem e quais medidas podem ser tomadas para evitar essas lesões. Veja abaixo como lidar com esse incômodo.

O que são granulomas?

São pequenas lesões que aparecem na pele periestoma ou na mucosa ao redor do estoma. Geralmente, têm aspecto de pequenos nódulos, podem ter cor acinzentada ou vermelha e medir entre 2 e 10 mm de altura. São mais comuns em urostomias, mas, também, podem ocorrer em ileostomias e colostomias.

Em geral, é reflexo de cicatrizações recorrentes na mesma área, devido ao atrito da bolsa de estomia. Alguns granulomas podem causar dor e sangramentos. Outros, não causam desconforto algum. Dependendo do tamanho e formato, o granuloma pode influenciar na aderência da bolsa, causando vazamentos.

Granuloma em estomia

Fonte: Pacientes Ostomias

Como evitar?

Como os granulomas surgem pelo atrito da bolsa e devido ao contato do conteúdo armazenado por ela, é importante proteger a pele periestoma sempre que a troca da placa for realizada. O Spray de Barreira Vuelo é indicado para essas situações, pois forma uma película protetora, que impede que a pele seja lesionada. Mesmo já havendo a presença de granulomas, o Spray de Barreira impede que o exsudato (secreção das feridas) fique em contato direto com a pele, evitando o agravamento das lesões.

Tratamento

O tratamento pode variar de acordo com cada caso, por isso, é importante procurar o estomaterapeuta ou médico logo que alterações forem percebidas na pele ou no estoma. Em alguns casos é necessário que o tratamento seja realizado em consultório, como a cauterização com nitrato de prata.

O acompanhamento do estomaterapeuta contribui diretamente no cuidado do estoma. Ele ajuda a identificar sintomas e fatores que podem comprometer a integridade da pele, além de orientar sobre os cuidados diários, melhorando a qualidade de vida. Dessa forma, é importante a avaliação do profissional da saúde para que a escolha do método de tratamento seja acertada, evitando complicações futuras.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO