Com certeza você já teve uma tia, irmão, vizinho ou qualquer outro conhecido que, ao saber que você se queimou, indicou a utilização de algum produto caseiro ou de outra fórmula “milagrosa”. Os produtos mais populares indicados e que, erroneamente, são passados de geração em geração são:

  • Creme dental
  • Farinha
  • Manteiga ou margarina
  • Borra de café
  • Vaselina
  • Açúcar
  • Chás e ervas
  • Vinagre
  • Leite
  • Sal
  • Mel
  • Folha de babosa (aloe vera)

close up de folha de babosa ou aloe vera

 

Afinal, produtos de uso diário podem ser utilizados em queimaduras? Quais podem ser as consequências?

O enfermeiro estomaterapeuta da Vuelo Pharma, Antônio Rangel desaprova a utilização de qualquer produto que não seja específico para queimaduras. “Passar produtos caseiros em queimaduras ou qualquer outro ferimento, além de não ajudar em nada, atrapalha o processo de cicatrização”, afirma Rangel. Além disso, como a área atingida está exposta e fragilizada, o contato com qualquer produto que não seja estéril pode contaminar a lesão e causar sérias complicações.

Enfermeiro Antônio Rangel

 

No caso específico de queimaduras, a aplicação desses produtos dificulta a avaliação do grau da queimadura pelo profissional de saúde. Ao chegar ao pronto atendimento, o médico ou enfermeiro precisará retirar todo o produto e limpar bem a queimadura para, só então, poder avaliar o nível de comprometimento da área afetada.

De acordo com o enfermeiro, as queimaduras, assim como qualquer outra lesão de pele, merecem cuidados especiais. “Utilizar métodos e tratamentos alternativos torna a recuperação mais demorada e dolorosa. Além disso, o local machucado pode sofrer danos irreparáveis, resultando na baixa qualidade da nova pele ou até mesmo na necessidade de amputação do membro”, ressalta.

 

Mas, então, como devo agir no caso de queimaduras?

Os primeiros atendimentos e os tratamentos para queimaduras variam de acordo com o grau e comprometimento da área afetada. Entretanto, uma recomendação é comum em todas as situações: interromper o processo de queimadura. Logo após o acidente, coloque a área queimada em água corrente e em temperatura ambiente (nunca coloque gelo, pois o gelo pode queimar ainda mais a pele).

Após resfriar a lesão, avalie e determine o grau da queimadura. Queimaduras de 2º e 3º graus devem ser encaminhadas imediatamente ao pronto atendimento, pois exigem acompanhamento médico e necessitam de tratamentos complexos. Se a queimadura for superficial, causando apenas vermelhidão e desconforto, basta cuidar para manter a pele e o organismo hidratados. Se a dor for incômoda, um analgésico poderá ajudar.

Membracel sendo aplicada no braço

 

Tratamento de queimaduras com Membracel

A Membrana Regeneradora Porosa Membracel é muito indicada para os casos de queimaduras de 2º grau. Além de aliviar significativamente a dor, a membrana mantém a umidade natural da região, acelerando a cicatrização da pele. Se houver bolhas na região afetada, as mesmas deverão ser rompidas pelo profissional de saúde para, só então, aplicar a Membracel. Na grande maioria dos casos, uma única membrana é suficiente para a cicatrização total da pele.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO

WhatsApp chat