Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Os riscos das queimaduras de sol

Verão, praia, sol… A estação mais quente do ano exige cuidados específicos com a pele. O excesso de exposição solar causa danos às células da pele e pode, futuramente, causar tumores de pele e até câncer.

Mesmo que pareçam inofensivas, as queimaduras solares podem resultar em casos graves, como queimaduras com manchas avermelhadas e até com bolhas. Esse tipo de queimadura pode causar dor, sensação de queimação, ardência, pinicamento, coceira e alteração na textura da pele.

 

Como evitar queimaduras solares?

Desidratação e insolação são alguns dos problemas que o excesso de exposição ao sol pode causar. Veja abaixo 10 dicas para manter a pele protegida, hidratada e saudável:

1 – Use filtro solar regularmente;

2 – O fator de proteção solar mínimo indicado é 30;

3 – Aplique o filtro solar, ao menos, 30 minutos antes de se expor ao sol;

4 – Reaplique o filtro solar a cada 2 horas;

5 – Evite se expor ao sol entre 10h e 16h;

6 – Aplique hidratantes após o banho;

7 – Use óculos escuros, boné e, se possível, roupas com proteção solar;

8 – Beba, no mínimo, 2 litros de água por dia;

9 – Sempre que mergulhar no mar ou piscina, reaplique o filtro solar. Essa dica também vale em caso de suor excessivo;

10 – Escolha bem o guarda-sol. A melhor proteção está nos tecidos mais espessos (como lona ou algodão) e nas cores mais escuras, que filtram a radiação solar.

 

Como tratar queimaduras solares?

As queimaduras solares podem passar por vários estágios: vermelhidão, formação de bolhas e descamação da pele. A sensação de coceira e sensibilidade pode persistir por várias semanas.

 

Em casos de queimaduras graves, é importante procurar o pronto atendimento para avaliar o grau, a extensão e o comprometimento das camadas da pele. Qualquer conduta para amenizar as queimaduras solares extensas deve ser orientada pelo profissional da saúde. Nos casos de queimaduras superficiais, as dicas abaixo podem ser úteis:

– Compressas de água fria podem ajudar a baixar a temperatura corporal e aliviar o desconforto. Além de aliviar a dor, a água em temperatura ambiente ajuda a resfriar a pele e interromper a queimadura.

– Evite exposição ao sol, água quente e o uso de esponja ou esfoliantes na região atingida;

– Nunca estoure as bolhas por conta própria. O ideal é protegê-las para evitar infecções e danos às camadas mais profundas da pele;

– Se a bolha estourar sozinha, curativos especiais, como a Membracel, ajudam na proteção da região exposta e aceleram a cicatrização da pele;

– Se a pele descamar, evite puxar as “casquinhas”, pois o local está sensível e suscetível a infecções;

– Beba bastante água, sucos naturais e água de coco para prevenir desidratação;

– Em caso de febre, náuseas ou desmaios procure um médico imediatamente.

 

Esses cuidados básicos podem ajudar a cuidar da pele e garantir que o verão e as férias sejam tranquilos e bem aproveitados.

 

Curativos e tratamento caseiros

Queimaduras com bolhas precisam passar pela avaliação de um profissional de saúde. O médico irá avaliar o comprometimento da pele e o grau da queimadura, indicando o tratamento correto.

Atenção! Nunca aplique gelo na queimadura. Isso pode piorar o ferimento.

 

Nunca passe produtos caseiros (como margarina, café e pasta de dentes ) em queimaduras. A utilização desses produtos dificulta a avaliação do profissional de saúde e, além disso, pode contaminar a ferida.

 

Em casos de queimaduras solares superficiais, siga as dicas abaixo:

_Durante o banho, a água deve ser fria ou morna. Evite usar esponjas ou esfoliantes na região atingida para não prejudicar ainda mais a pele;

_Se a pele descamar, evite puxar as “casquinhas”, pois o local está sensível e suscetível a infecções;

_Use cremes hidratantes para manter a pele hidratada. Beba bastante água, água de coco e sucos naturais para prevenir desidratação;

_Ao menor sinal de febre, náuseas ou desmaio procure um médico.

 

Como aplicar Membracel em queimaduras

A Membrana Regeneradora Porosa Membracel apresenta excelentes resultados no tratamento de queimaduras de 2º grau, pois mantém a umidade natural da lesão e, por conter poros, favorece as trocas gasosas. Esses fatores aceleram a cicatrização, pois estimulam a formação do tecido de granulação, etapa essencial do processo de epitelização.

 

Para aplicar a Membracel, siga o passo a passo abaixo:

1 – Lave a lesão com soro fisiológico ou solução específica para limpeza de feridas (como Prontosan ou Aquasept).

2 – Posicione a membrana sobre a lesão, cuidando para que ultrapasse os bordos da lesão em 1 cm.

3 – Umedeça a membrana com soro fisiológico, acomodando-a sobre a lesão com o auxílio e uma gaze. Garanta que a Membracel fique em contato com todo o leito da lesão.

4 – Aplique gaze sobre a membrana para auxiliar no excesso de exsudato e fixe-a com faixa ou fita micropore.

5 – Troque o curativo secundário diariamente ou sempre que estiver saturado (úmido) ou perca a capacidade de absorção.

6 – Para trocar o curativo secundário, retire a gaze e limpe a ferida (conforme indicado anteriormente) sem retirar a membrana. Pressione levemente a membrana com uma bonequinha de gaze para retirar o excesso de exsudato que possa estar embaixo da membrana. Essa limpeza pode ser feita uma ou mais vezes por dia, de acordo com a quantidade de exsudato que a ferida apresenta.

 

Em muitos casos de queimaduras de segundo grau, uma única aplicação da membrana é suficiente para cicatrização total da lesão.

 

Queimaduras e Hidratação da Pele

Após a cicatrização da pele, é essencial hidratar bem a região todos os dias. Escolha um bom hidratante e aplique-o várias vezes ao dia, evitando o ressecamento da área afetada. Além de cremes hidratantes, pode ser que o médico indique o uso de hidratantes naturais, como os a base de babosa, que ajudam a diminuir o desconforto na região.

Não se esqueça que a hidratação da pele também está relacionada à ingestão de água. Portanto, lembre-se de beber, no mínimo, 2 litros de água por dia.

Confira o que acontece com a pele em caso de queimaduras térmicas, como as queimaduras de sol.

COMENTE ESTA PUBLICACIÓN