Kind schaut sich Verletzung am Arm an

Escoriações, cortes e queimaduras leves são alguns dos ferimentos mais comuns em crianças. O risco para esses pequenos machucados aumenta no período de férias, quando elas ficam mais tempo brincando dentro de casa ou no quintal. As quedas – mais comumente da bicicleta, do skate ou do patinete – costumam causar pequenas escoriações que, apesar de superficiais causam bastante dor nas crianças. Isso porque, com a perda da epiderme, as terminações nervosas ficam expostas.

Segundo o enfermeiro especializado em feridas da Membracel, Antonio Rangel, o importante é que pais e responsáveis saibam como agir no momento do acidente, para minimizar as consequências. O primeiro passo é analisar a gravidade e o tipo de ferimento. “Se for um corte os pais devem avaliar a profundidade, se atingiu a epiderme e a derme, nesses casos ocorre muito sangramento e ‘sai‘ a pele. Para estancar o sangramento é necessário fazer a compressão com um pano limpo. Em casos mais graves, a recomendação é buscar um serviço de saúde”, orienta.

Já para os casos mais leves, como as escoriações, que são os chamados “ralados” e os pequenos cortes, o primeiro passo é realizar a higiene, com água corrente e sabão neutro, das mãos da pessoa que irá fazer o curativo. Depois, é necessário realizar a limpeza e assepsia do machucado, também utilizando água limpa e sabão. “É importante que os pais façam essa limpeza mesmo que a criança não queira e reclame. Isso ajuda a diminuir consideravelmente o risco de infecção, que pode ocorrer devido ao grande número de corpos estranhos presentes neste tipo de ferimento.”

Após a limpeza, é necessário que ele seja coberto por um curativo, que irá  ajudar a evitar o ressecamento e diminuir o risco de contaminação. Alguns sintomas podem indicar a infecção: vermelhidão, o aumento da temperatura ao redor do ferimento e, em alguns casos, a existência de exsudado purulento (líquido da ferida).

O tratamento para ferimentos e escoriações varia de acordo com cada caso, podendo ser feito com pomadas cicatrizantes e outras soluções tópicas ou com curativos. Rangel ressalta que nunca devem ser utilizados pó de café, açúcar, óleo, manteiga e pasta de dente para tratar ferimentos.

COMENTE ESTA PUBLICAÇÃO

WhatsApp chat